Sonya Azevedo
Essência em versos e prosas
Capa Textos Áudios E-books Perfil Livro de Visitas Contato
Textos

O Jardim

 
 
Olha o jardim da tua vida,
verás sempre borboletas dançando.
Não importa a estação, não importa o tempo,
estarão lá, no alegre bailado da vida,
transportando o pólen da felicidade.

Coloca o amor em tuas mãos e,
suavemente,
ele chegará a ti banhando de paz
a fonte de águas translucidas que retiram
a sede
de quem as necessita.

Deixa que as tuas palavras saiam como
pétalas de rosas que irão,
ainda mais,
aromatizar o encantamento professado.

Permita que tua íris deixe fluir 
a tua luz interior
que é acesa, diariamente, pelo Supremo.

Escuta... escuta o pipilar do passaredo
que, 
em sua linguagem, 
traz mensagens de amor e paz.
Paz universal!

E, por fim,
escuta o silêncio dos ventos
que te chegam como brisa refrescante,
umectando de bondade o coração.

E, nesse êxtase,
êxtase de musicalidade divina,
permita que teus joelhos abracem a grama
que
colore de esperança o novo amanhecer.

E, na fusão de mãos em flor de lótus, agradeça...
Agradeça a Deus por te permitir ser este jardim.

 

Sonya Azevedo
Enviado por Sonya Azevedo em 30/01/2011
Alterado em 18/03/2015
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários