Sonya Azevedo
Essência em versos e prosas
Capa Textos Áudios E-books Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
A  Canção do Beijo
 
 
Que doce sabor de hortelã pimenta
Chega-me do profundo rememorar
D'aquele beijo, primeiro em amar,
Lembranças que a alma fermenta...
 
Que maviosa canção de sonhos
Valsada em doces juras qual mel,
N'olor róseo de corações risonhos,
Ao desnudar-se, a face, do *flâmeo.
 
Quão inocente desejo ardente,
Presenteia aos corpos juvenis
O amor, seu canto de fecundidade.
 
E na perpetuação da castidade
Deste amor em tons de erva anis,
No céu, faz-se mor a estrela-luzente.



*Flâmeo= véu utilizado pelas noivas romanas


Sonya Azevedo
Enviado por Sonya Azevedo em 16/04/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários