Sonya Azevedo
Essência em versos e prosas
Capa Textos Áudios E-books Perfil Livro de Visitas Contato
Textos


Meus Blogs
Jacintos da Alma
Nascentes de Luz

Agradeço ao poeta Dilson o seu carinho e lembrança pelo dia de hoje,
e aproveito para parabenizar a todos os poetas trovadores pelo seu dia
e pelas maravilhosos versos e rimas que tanto nos encantam.

Ao Poeta Trovador
Que faz trova com poesia,
Meus parabéns com louvor
Pelo culto do seu dia.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Agradeço ao poeta Olavo sua bela interação

Meu último verso sombrio,
Cantará voando no espaço.
Pois todo poema q'eu crio
Ficará só sem seu abraço.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Agradeço ao poeta Solano Brum sua estréia por aqui.

Soneto IV

Fizesse cem milhões de versos... Fizesse
Em todo o tempo deste meu viver
Não deixaria, mesmo que eu quisesse
Transparecer minha dor, meu sofrer!

Não deixaria, de fato, minha mão tecer
Remendo a manta que a noite me aquece;
E a qualquer que ousasse, não deixaria ver
Minha triste face a murmurar sua prece!

Por isso, falo de amor enquanto escrevo
Ouvindo os cães mas olhando a caravana,
Ocultando a todos pelo que não me atrevo!

Mas, gritar... Gritar... Como eu gostaria!
-Mostrar no rosto a máscara que engana,
Colando os cacos da minha dor, na Poesia!

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Agradeço ao poeta e amigo Orpheu Leal a sua bela trova

Sou poeta trovador
Faço sempre belas trovas
Faço-as todas com amor
Disso tenho muitas provas.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Agradeço ao poeta e amigo Humberto Cláudio por seu carinho
em belos versos.

Como foi bom, eu lhe diria assim,
 os dias que passaste do meu lado 
Eu fui muito feliz por ser amado, 
pois foste a melhor flor do meu jardim.
 
E agora, vou partir, pois o meu fim 
Percebo que, deveras, é chegado.
 Lembranças boas levo do passado, 
Do amor que dedicaste tanto a mim. 

Nos versos que escrevi, eu fui sincero. 
Se acaso magoei-te, hoje quero
O teu perdão. Os fiz por muito amar. 

Seria assim a minha despedida,
 Quando chegasse o fim de minha vida,
 "Se fosse este meu último versar."

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
Sonya Azevedo
Enviado por Sonya Azevedo em 18/07/2021
Alterado em 25/07/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários