Sonya Azevedo
Essência em versos e prosas
Capa Textos Áudios E-books Perfil Livro de Visitas Contato
Textos

 

Meus Blogs

Jacintos da Alma

Nascentes de Luz

 

Sempre grata aos poetas e amigos que aqui deixam seus mimos

em magníficos versos.

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Escreverati de Luca

 

Infindo Almor

 

A saudade que me comove,

Também me seduz.

As estrelas formam teu rosto,

Tão brilhantes,

Tão belas são.

 

A mim teus raios,

Cheiros e sons chegam,

Invadem o meu peito,

Inflam o meu âmago.

 

A ti abarca

Este palpitante coração.

 

O nosso amor é infindo,

É tudo.

 

Saibas que te amo,

Quero que me ames.

Tu me és a metade,

Tu me és luz, luz, luz!

 

Obs. Ousei um título.

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Poeta Olavo

 

Para a saudade não existe espaço

Nem tortuosos caminhos

Sempre acolherá um abraço

De quem ama com carinho.

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Jacó Filho

 

ANOITECER DO AMOR

 

No Sol poente a luz chora,

A saudade que provocas.

A minha dor que ignoras,

E meu amor não te toca.

Sinta na beleza pura,

Do que sinto com ternura,

Como só o bem aflora.

E a emoção que choca,

No Sol poente a luz chora,

A saudade que provocas.

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Gualberto Marques

 

 As Saudades

São doces e incansáveis companheiras

Que por bem, reforçam nossa Esperança,

Elas podem ajudar-te de duas maneiras.

Dar-te mais Fé ou tirar-te a Confiança.

 

Nas lembranças perenes ou passageiras.

Recordam-se os bons tempos de bonança.

Reviver Amor com prazer, sem asneiras.

É manter as “Almas“ puras, em aliança.

 

As “Saudades” não nos devem martirizar

Se sentimos é porque fomos “Felizes”

E as “Estrelas…”!? Também podemos amar ?

 

Tão belas…! Com seus cintilantes matizes.

Bom seria um dia…, lá podermos brilhar.

Quando a Terra tiver “Seres” mais Felizes.

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Sonya Azevedo
Enviado por Sonya Azevedo em 25/10/2021
Alterado em 04/12/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários