Sonya Azevedo
Essência em versos e prosas
Capa Textos Áudios E-books Perfil Livro de Visitas Contato
Textos

 

Meus Blogs

Jacintos da Alma

Nacentes de luz

 

Desejo aos amigos, uma semana

de muitas alegrias, esperanças e

boas novas.

Muita luz e paz.

 

Agradeço aos amigos que aqui deixam

suas belas interações.

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Avahah

 

A guerra prende os sonhos;

Na verdade, tolhe-os

A fé, leva-se em ombros;

Arrefece, torna-se obsoleta.

E o amor? Ah! Esse só tem uma bandeira!

Que flameja aos ventos, sem esperança.

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Jacó Filho

 

TERRORES DAS GUERRAS

 

Não são de estrelas os clarões no céu,

Nas noites longas em terras arrasadas.

Terror dos que fogem sob os fogaréus,

Clamando a Deus ver as leis aplicadas.

Trovões nascidos das armas,

Causam tremores nas almas

Em bocas, gosto de fel...

Nas guerras são constatadas,

Não são de estrelas os clarões no céu,

Nas noites longas em terras arrasadas...

 

(Redonde dualmétric)

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Poeta Olavo

 

"Não se sabe o que irá acontecer 

Com a covardia desta guerra 

Mas nós queremos viver /

Com amor nesta terra."

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Gualberto Marques

 

*** Noites de Terror, Angústia e Dor ***

 

Angústias e mortes, corações irão tatuar...

Ao ouvirem-se estrondos e rubros clarões,

Infernais cores mancham noites, sem luar.

Cruéis foram tais horas de dor e aflições.

 

Muitas vítimas fogem da morte a chegar

Sem teto quem se defende de inimigos?

Uivando cruzam céus, para tudo arrasar.

Destroem hospitais, escolas e abrigos …

 

Singular guerra…” Mísseis contra População” !..?

Massacram-se idosos, mulheres e crianças. ?..!

Não houve pudor, deveres nem imposição …

 

Tribunais punirão vergonhosa matança…

Honram-se Pátrias, com justas e dignas ações,

Com Querer e Glória, a Vitória se alcança.

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Vilma Orzari Piva

 

Há tanta dor e destruição

Nesse mundo de guerras;

Há mortes, ganância e violação

Sem ter a sonhada paz na terra!

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Ieda Chaves Freitas

 

Clarões Noturnos

 

Não é luz que ilumina,

Não é fogo de fogueira,

É clarão de carabina,

É só o mal da cegueira.

 

É a falta de amor

Que desune os homens

A vida não tem valor,

Todos viram personagens.

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Sonya Azevedo
Enviado por Sonya Azevedo em 27/03/2022
Alterado em 02/08/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários