Sonya Azevedo
Essência em versos e prosas
Capa Textos Áudios E-books Perfil Livro de Visitas Contato
Textos

 

Meus Blogs

 

Jacintos da Alma

Nascentes de luz

 

Meu agradecimento aos amigos que aqui

deixam suas interações.

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Poeta Olavo

 

Quero você fogosa para mim

Se arrastando como serpente

Querendo um amor sem fim

Libertando desejos que sentes.

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Jacó Filho

 

SONHANDO LIVRE DO PECADO

Embriagou-me vê-la do amor, refém,

Imaginando um mundo pra nós dois,

Abstraído fui pro céu e sem ninguém,

Porém voltei pra irmos juntos depois...

 

Entonteceu-me ver o desejo refletido,

Num tempo lento, e corações rápidos...

Vivendo dos sonhos, seu lado prático,

Sendo real como nunca havia sentido...

 

Santifiquei a sua presença, na mente,

Pra entender do amor, seu significado,

Ao nos doarmos inteiros, sem pecado...

 

Sonhando livre pra amar abertamente,

Não seria melhor se tivesse planejado.

Pois tudo continua depois de acordado...

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Cristina Gaspar

 

'Quando chegas eu me desmonto

Serpenteando na emoção alada

Parto para o nosso bom confronto

Sorvo o sal do teu veneno inebriada

 

Meu horizonte une Sol e prata da Lua

Dentro do teu olhar o meu olhar vive

Diante de ti me visto de estrada nua

O teu abraço atrai e a loba sobrevive

 

Uivo em acordes sutis apaixonada

O fogo apaga os nossos pudores

A inocência é marginal e ansiada

Somos lentos no furor só nos amores

 

O coração pulsa intensa sinfonia

O balé se integra à brisa da paisagem

Arfantes sob o ardor e imensa alegria

 

Serei tua no hoje e no sempre eterno

Amantes que viajam na inspiração

Contigo meu céu é meu doce inferno

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Sonya Azevedo
Enviado por Sonya Azevedo em 18/04/2022
Alterado em 26/04/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários