Sonya Azevedo
Essência em versos e prosas
Capa Textos Áudios E-books Perfil Livro de Visitas Contato
Textos

 

Bom dia,

Desejo a todos os amigos,

uma semana plena de bênçãos e alegrias.

Agora, retornando aos poucos,

mas com o tempo bem mais folgado.

Grata pelo carinho e amizade de vocês

que me incentivam a continuar criando.

Muita luz e paz.

Sejam sempre bem vindos!!!

 

 

Meus Blogs

Jacintos da Alma

Nascentes de Luz

 

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Agradeço aos amigos poetas que por aqui deixam seus mimos.

 

Jacó Filho

 

Da nossa loucura, só a lua percebeu,

Talvez no espelho, refletindo o mar,

Que a envolvera o amor que nasceu,

De alvas espumas nascidas no olhar,

 

Que nos hipnotizava e apaixonados,

Lembrava o sonho que a faria viver,

A linda fantasia que tinha planejado,

E sob a luz da lua víamos acontecer.

 

E por ser um astro, a lua nada diria,

A cerca do amor transcender o real,

Por que a solidão se mostrava fatal...

 

E lacrimejando com a lua Eu a via,

E nos entendíamos por sentir igual,

Que nossa loucura foi algo divinal...

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Solano Brum

 

SONHOS

 

Navega o luar comigo a mesma dor

Que sinto e que me traz em solidão!

Seguem-me espumas de intenso alvor,

D'um mar que brame na serração!

 

A lua parte por detrás do monte,

O olhar se eperde na densa escuridão!

Não sendo teu rosto em minha mente,

Quem fantasia a minha imaginação?

 

As lágrimas caem dentro do mar,

E vejo teu corpo envolto em luz,

Como canto de sereia que seduz!

 

Ah! Sonhos sob estrelas do infinito...

E então acordo sob um sol bendito

Depois de tanto... Tanto navegar!

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Trovador das Alterosas

 

É noite, o sono leve me domina,

Dormi tenso temendo a solidão

Eu sonho que procuro a minha sina

Me aventuro nas dobras da paixão.

 

Ouço uma murmurante corredeira

De águas deslizando com queixumes,

Vejo a sombra da linda mãe guerreira

Iluminada nua por vagalumes.

 

Ela corre com seus braços abertos

Cabelos ao vento a faz mais bela,

Tanta beleza alegra estes desertos.

 

Sob a luz de uma lua tão amarela

Eu também nu, desejos bem despertos,

Corro no campo, pra topar com ela.

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

CasMil

 

Passa a brisa fresca do mar

E refresca o coração

Que de tanto amar

Nas noites de luar

Viveu e vive sua grande paixão!

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Sonya Azevedo
Enviado por Sonya Azevedo em 19/07/2022
Alterado em 26/07/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários